Intercâmbio e Cursos para Estudar e Trabalhar na Nova Zelândia

Auckland

Leonardo José Alves

Espero poder voltar para a Nova Zelândia algum dia. Quem sabe até morar lá pelo resto da minha vida!

Comecei a planejar meu intercâmbio aproximadamente 1 ano e meio antes da viagem. De todas as agências que pesquisei, a S7 Nova Zelândia Brasil foi a que me ofereceu o melhor atendimento e relação custo/benefício. A Student Adviser Keila Jamila Ribeiro que me atendeu sempre foi muito atenciosa e respondia as minhas dúvidas em um prazo muito rápido.

Depois de muita conversa, decidi ir para a WorldWide School of English em Auckland e ficar em HomeStay.

Eu nunca tinha estado dentro de um avião antes, mas as 17 horas de voo foi muito tranquila, além de ter uma maravilhosa vista para as cordilheiras dos Andes no Chile.

Quando cheguei na Nova Zelândia, o serviço de transfer me levou até minha homestay, uma família de origem Maori muito simpática e amigável. Na casa tinha várias crianças, na qual, aproveitei para brincar com eles para treinar meu inglês com os nativos.

Para chegar na escola, precisei pegar um ônibus para o centro da cidade e me surpreendi como os ônibus da Nova Zelândia funcionam. Não possuem catraca, e além do mais, todo mundo diz “Thank You” para o motorista. Existe um passe na qual você mostra para o motorista e ele autoriza sua viagem. Me senti no seriado Everybody Hates Chris, que ele mostra o passe para o motorista do ônibus da escola.

Na escola, fiz no primeiro dia a minha avaliação de nível, ficando no nível 4. Os funcionários da escola são muito prestativos, além de ter um conselheiro para as línguas nativas dos estudantes que ajuda muito os alunos com maior dificuldade de comunicação na língua estrangeira.

Os professores são muito dinâmicos e amigáveis, tornando as aulas prazeirosas. Tive vários professores de diferentes nacionalidades, incluindo nativos da Nova Zelândia, alguns ingleses e outros indianos, o que achei muito bom pois posso perceber diferenças no sotaque de cada cultura.

A escola oferece também, duas agências de turismo no salão dos estudantes para quem deseja realizar viagens no final de semana. Eu aproveitei essas viagens para conhecer melhor o país e não me arrependo nenhum pouco de ter feito essas viagens, pois os lugares são maravilhosos.

A cada 2 semanas, às quartas-feiras, é realizado um teste para verificação do nível das habilidades no idioma. Realizei eles na primeira e na terceira semana do meu curso. Como resultado, fui promovido para o nível 5 em minha última semana de curso (pois infelizmente fiquei apenas 4 semanas na Nova Zelândia), o que mostra que meu inglês evoluiu nessa estadia, e meu objetivo foi cumprido.

Os alunos da Worldwide tem uma grande diferença étnica, encontrando asiáticos (geralmente japoneses, coreanos e árabes), europeus (como por exemplo alemães, suíços, belgas, franceses, entre outros), além claro de sul-americanos (brasileiros, colombianos, peruvianos, chilenos, argentinos, entre outros). Onde você pode conhecer um grande leque de diferenças étnicas além de um pouco de outras línguas além do inglês.

Espero poder voltar para a Nova Zelândia algum dia. Quem sabe até morar lá pelo resto da minha vida? E com certeza entrarei em contato novamente com a ótima equipe da S7 Nova Zelândia Brasil.

Saiba mais sobre:

Worldwide School of English Auckland

Abra uma franquia S7 na sua cidade

+20 Anos No Mercado
Líder no Google Entre Agências
+40,000Leads por Ano
12 WebsitesEspecializados

Seja um Advisor de Educação Internacional

CONHEÇA A S7 DIGITAL

Trabalhe remotamente de onde quiser!

20 Anos